Assentimento ao Magistério – Estudo Completo

Dando continuidade a divulgação de produções de apostolados ou membros do IBP, publicamos hoje um estudo interessantíssimo, feito pelo Pe Daniel Pinheiro, sobre o assentimento que se deve ao Magistério da Igreja, em seus diversos graus. A compreensão desse tema é fundamental para uma recepção pacífica, de uma das missões confiadas ao Instituto pela Igreja, que é a “Crítica Construtiva dos textos do Concílio Vaticano II”.
Fonte: https://scutumfidei.org/assentimento-ao-magisterio-estudo-completo/
Concílio de Trento
Concílio de Trento

Links para todas as partes do trabalho sobre o assentimento ao Magistério, em particular sobre o assentimento ao Magistério Ordinário.

Assentimento ao Magistério (Parte I) –  Introdução. 

O estado da questão do assentimento ao Magistério Eclesiástico. Princípios filosóficos para a resolução do problema. Natureza do assentimento humano. Graus do assentimento humano – dúvida, opinião, certeza – e motivos para esse assentimento.

Assentimento ao Magistério (Parte II) – Natureza do Magistério Eclesiástico. O prodígio da analogia no Magistério.

O Magistério Infalível. Completa Isenção de erros.  O Magistério Infalível Extraordinário. O Magistério Pontifical Ordinário Infalível. O Magistério Ordinário Universal Infalível.

O Magistério ordinário (ou Magistério puramente autêntico ou ainda Magistério Supremo nãi infalível). Possibilidade de erros no Magistério Ordinário.

O Magistério dos Bispos em relação aos fiéis que lhes foram confiados.

Graus de autoridade determinam graus de autoridade.

Assentimento ao Magistério (Parte III) – O Assentimento devido a cada grau do Magistério

O Assentimento devido ao Magistério in genere et a priori

O Assentimento devido ao Magistério Infalível

O Assentimento devido ao Magistério Ordinário ou ao Magistério Supremo não Infalível

O Assentimento ao Magistério dos Bispos em relação aos fiéis que lhes foram confiados

Graus de Magistério implicam graus de assentimento

Conclusão – Tertium datur: doctrina catholica

Assentimento ao Magistério (Parte IV) – Apêndice 1: Resposta a algumas objeções

1ª Objeção: E o sentire cum Ecclesia de Santo Inácio, regra de ouro de fidelidade à Igreja?

2ª Objeção – E a indefectibilidade da Igreja?

3ª Objeção – A admissão de erros no Magistério puramente autêntico da autoridade suprema converte o poder papal em perdição da Igreja?

4ª Objeção – E a infalibilidade negativa da Igreja? Ela não garante a ausência de erros em todos os atos do magistério?

Assentimento ao Magistério (Parte V) – Apêndice 2: Apêndice 2 – A Posição tuta vel non tuta e sua impossibilidade

Assentimento ao Magistério (Parte Final) – Doutrina comum dos teólogos e Bibliografia.

Citação dos teólogos.

Bibliografia.